Já tranquilos, voltámos a adormecer como dois anjos vencidos, e só fomos acordados pelos raios ofuscantes daquele sol que o crivatz não deixava um só instante de fustigar. Devorámos com excelente apetite todas as provisões. E a vida reapareceu-nos exactamente como é:
Cheia de luz e fealdade.


Panaït Istrati
os cardos do baragan

Sem comentários:

Enviar um comentário