No silêncio do mundo dorme um deus
que o nosso amor não chega para acordar.


Alberto de Lacerda
oferenda I

Sem comentários:

Enviar um comentário