a mosca

Tenho que matar-te novamente.
Matei-te várias vezes, em Casablanca, em Lima,
em Oslo,
em Monte Parnaso, numa estância de Lobos,
no bordel, na cozinha, num pente,
na oficina, nesta almofada
tenho que matar-te novamente,
eu, com a minha única vida.



Julio Cortázar

Sem comentários:

Enviar um comentário